Eduardo Sena Formado em Publicidade e Especialista em SEO, Eduardo é o responsável pela estratégia e produção de conteúdos da Nomad. Apaixonado por tecnologia e finanças, o seu objetivo é tornar a vida do Global Worker cada vez mais simples.

INPC acumulado: saiba o que é e o resultado de 2022

mulher com mascara e celular na mão em corredor de supermercado

Existem vários índices inflacionários no Brasil. Um deles é o INPC acumulado, que  influencia na definição do salário mínimo e em outros aspectos relevantes da vida financeira dos brasileiros.

De modo geral, todo índice de inflação traz informações sobre o poder de compra da população. No entanto, o INPC foca as famílias com renda entre 1 e 5 salários mínimos.

Então, por que isso interessa para você? Vamos explicar melhor neste artigo para que você aumente seus conhecimentos em educação financeira. Continue lendo!

O que é o índice INPC?

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor avalia a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços. No entanto, foca os itens mais consumidos pela população cuja renda varia de 1 a 5 salários mínimos. Em 2022, isso ficaria entre R$ 1.212 e R$ 6.060.

A divulgação é feita todos os meses pelo IBGE. Para atualizar o valor do INPC acumulado da forma correta, o Instituto realiza a chamada Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF). Ela analisa o que a população brasileira mais consome. Esses produtos são a base do índice.

No final, a cesta de produtos e serviços é formada por diferentes categorias. Elas são:

  • Habitação;
  • Alimentação e bebidas;
  • Vestuário;
  • Artigos de residência;
  • Transportes;
  • Despesas pessoais;
  • Saúde e cuidados pessoais;
  • Educação;
  •  Comunicação.

Vale a pena observar que cada uma dessas categorias tem um peso diferente. Ele é definido de acordo com a frequência de uso por parte das famílias brasileiras.

Por sua vez, existe a coleta de preços. Ela é realizada em algumas capitais e regiões metropolitanas. Veja quais são elas:

  • Belém;
  • Recife;
  • Fortaleza;
  • Salvador;
  • Curitiba;
  • Belo Horizonte;
  • Rio de Janeiro;
  • Vitória;
  • São Paulo;
  • Porto Alegre;
  • Aracaju;
  • Distrito Federal;
  • São Luís;
  • Campo Grande;
  • Goiânia;
  • Rio Branco.

Como o INPC interfere na sua vida?

O INPC tem a mesma função do IPCA. Esse último é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo. Justamente por ser mais abrangente, ele é considerar o indicador oficial da inflação. Porém, isso não significa que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor tenha menos relevância.

Na verdade, ele reflete bem como o aumento de preços impacta a vida da maioria dos brasileiros. Afinal, o efeito é mais significativo para quem ganha até 5 salários mínimos, quando comparado a uma pessoa que recebe até 40 salários mínimos.

Por isso, esse indicador é o ideal para analisar o comprometimento da renda do consumidor. Esse é o motivo pelo qual ele é usado para negociações trabalhistas, sendo a base para o reajuste da aposentadoria e do salário mínimo — o IPCA também é usado nessa análise, mas o peso é menor.

Isso porque o INPC acumulado mostra qual foi a real perda do poder de compra da maior parte dos brasileiros. Portanto, a recomposição deve ser embasada nessa critério.

Com relação a investimentos, o INPC costuma ser utilizado como meta dos fundos de pensão. De toda forma, ele mostra como está a economia.

Qual o valor do INPC para 2022?

Para saber qual o valor do INPC acumulado, é preciso consultar o IBGE. Em outubro de 2022, o índice chegou a 6,46%, quando analisados os 12 meses anteriores. Isso significa de novembro de 2021 a outubro de 2022. No acumulado de 2022, a taxa estava em 4,81%, sendo que o mês registrou 0,47%.

Até a produção deste artigo, os dados de novembro de 2022 ainda não haviam sido divulgados. Quando analisada a tabela do INPC acumulado dos últimos doze meses, percebe-se que houve períodos de inflação e outros de deflação. Veja como ficaram os resultados.

DataVariaçãoVariação anualAcumulado em 12 meses
Outubro/220,47%4,81%6,46%
Setembro/22-0,32%4,32%7,19%
Agosto/22-0,31%4,65%8,82%
Julho/22-0,6%4,98%10,12%
Junho/220,62%5,61%11,92%
Maio/220,45%4,96%11,9%
Abril/221,04%4,49%12,47%
Março/221,71%3,42%11,73%
Fevereiro/221%1,68%10,8%
Janeiro/220,67%0,67%10,6%
Dezembro/210,73%10,16%10,16%
Novembro/210,84%9,36%10,96%

Como calcular o INPC sobre o salário?

Para saber qual seria o reajuste do seu salário de acordo com o valor INPC, você deve utilizar o INPC acumulado. Verifique qual é o resultado e multiplique pelo valor do seu salário.

Por exemplo, imagine que a base seja o salário mínimo de 2022, que é de R$ 1.212. Vamos usar como base o INPC acumulado dos últimos 12 meses fechados em outubro de 2022. Ou seja, a taxa é de 6,46%. Assim, temos:

R$ 1.212 × 6,46% = 1.212 × 0,0646 = R$ 78,2952

Para saber quanto deveria ser o salário mínimo de 2023 — considerando o índice de outubro —, devemos somar esse resultado ao valor inicial. Ou seja:

R$ 1.212 + R$ 78,2952 = R$ 1290,2952

Arredondando, o salário mínimo deveria ser reajustado para R$ 1.290,30, se a taxa for mantida. Então, o cálculo é relativamente simples e pode ser aplicado a outras situações.

Agora, você tem mais informações sobre o INPC acumulado e seu valor em 2022. Também entende para que serve esse índice e de que forma calculá-lo.

Então, basta usar na sua análise econômica para entender melhor o que pode ser feito diante das considerações apresentadas. Afinal, esse é mais um termo importante para a economia, assim como o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).E você, quer receber mais informações econômicas? Assine a newsletter da Nomad e tenha os melhores conteúdos no seu e-mail.

Eduardo Sena
Eduardo Sena Formado em Publicidade e Especialista em SEO, Eduardo é o responsável pela estratégia e produção de conteúdos da Nomad. Apaixonado por tecnologia e finanças, o seu objetivo é tornar a vida do Global Worker cada vez mais simples.